Archive | maio 2010

Podcast4 – A Putaria

E ae pessoal,

tudo beleza?

Neste quarto podcast, mudamos um pouco o esquema do podcast. Começando que tivemos um convidado especial nesta edição, que literalmente “tocou a putaria” no podcast. Ele tocou todas as novidades da cena de electrofunk mais as músicas do pessoal que tem enviado e-mail para o Funk na Caixa. Com um podcast corrido, com batidas fortes, rimas fortes e convidado especial, fechamos nosso podcast com as informações de 2 gig’s em São Paulo: Primeiro de um produtor de funk do Rio e depois do nosso grande amigo Sany Pitbull. Ficou curioso pra saber quem virá para São Paulo e as datas? É so conferir o podcast!

Download Link

Set list:

  1. Kid Conga ( Leo Justi Remix) – Mc Miltinho
  2. Deixa os Garotos Brinka – Mazille!
  3. Melo do Tabaco ( Jokers of the scene remix) – Bonde do Role
  4. The Joker (Edu K’s bad boy stomp RMX ft MC Gi – Funk na Caixa edit) – Dem Slackers
  5. Divine Gosa ( Dirty Beats Remix) – Bonde do Role
  6. Positif ( Pristine Blusters Remix) – Mr. Oizo
  7. 0800 na Balada ( Madu morro remix) – Barbarella
  8. Unlited Milkshake – Ophex
  9. Sex-O-Matic feat Deize Tigrona (Solid Groove Remix) – Edu K
  10. Vem pro Baile – Jime
  11. Iron Bumbum – João Brasil
  12. Untitled feat. Bonde do Role – Mixhell
  13. Mais Ela (feat. Boleque Bill) – Scottie B
  14. Balança feat Praga – Chernobyl
  15. Tchutchuca in XR2 (Leo Justi Blend) – M.I.A. + Bonde do Tigrão
  16. Surfista do Pavão – Nego Moçambique
  17. Rock em Out (Chernobyl baile funk remix) – Lily Allen
  18. Riddim – JFX

In this fourth podcast, we changed the layout about podcast. Beginning we had a special guest in this edition, which literally “tocou a putaria “in the podcast. He played all the news from the scene of electrofunk more music from people who have sent e-mail to the Funk Box. With a podcast run, with strong beats, rhymes and strong special guest, we closed our podcast to the information’s second gig in Sao Paulo: First of a producer of funk in Rio and after our great friend Sany Pitbull. Curious to know who will come to São Paulo and the dates? It’s just check out the podcast!

ElSuperGummi – O electrofunk de Mogi

ElSuperGummi é um projeto solo que  vem la de Mogi da Cruzes. Além de Dj da Mc Gi (pra quem viu as fotos do ultimo show da GI em Uberlândia) tambem é um ótimo produtor. Influencia pelo movimento DIY fez um álbum, intitulado Unkown Artist, com produções e rimas proóprias. Quando discoteca, tem influência de Miami Bass, Funk Carioca e electrofunk. Começou a carreira com uma festa em Mogi da Cruzes, aonde os organizadores deram-no a liberdade de tocar o estilo que produzia e assim conseguiu conquistar o público com seu funk explicito e de batidas fortes. Tanto que continua a ser chamado para a festa para tocar ‘aquele set de funk’.

Além do album Unkown Artist, tem feito alguns remixes e produções voltadas mais ao electrofunk:

El Super Gummi VS Britney Spears – Super 3:

El Super Gummi VS Ke$ha – Electro CarnaFunKESHA

El Super Gummi (MIX) – Dança das três bundinhas chic :

O dj e produtor não para por ai. Quando virou dj da Mc Gi, conversaram e viram a chance de dar uma atualizada em algumas das composições da Gi. Em exclusividade pro Funk na Caixa, rolou um Teaser dessa nova musica:

MC Gi ft. El Super Gummi – DNA:

Quer conhecer mais sobre o Projeto? Confere uma entreivsta que ele cedeu a Trama Virtual.

João Brasil – Tom Jobim loves Baile funk

Tom Jobim loves Baile Funk

João Brasil, com seu projeto 365, fez mais uma leva de funk (para alegria geral dos manos do funk). Dessa vez ele misturou músicas do Tom Jobim com o baile funk. Podemos dizer que foi uma mistura um tanto quanto inusitada e inovadora. Para alguns, pode-se dizer que fez Arte ao misturar 2 estilos tão diferentes, deixando o resultado final com cara de músicas nova. Outros vão criticar por fazer isso com o Tom Jobim. Enfim, eu estou no time dos que acham que isso é pura arte de evoluir a música para outro nivel, misturando tendências e elementos clássicos. Aqui vai o set list da seleção que João fez (com algumas amostras para os que não acompanharam):

01 Garota do chefe ( Tom Jobim, Astrud Gilberto and Stan Getz X Mc Max)

02 Anos de Dako (Tom Jobim X Chico Buarque X Tati Quebra Barraco)

03 Só danço Vuk (Tom Jobim, João Gilberto and Stan Getz X Pretinho Tenor)

04 Operadoras de Março (Tom Jobim and Elis Regina X Gorila e Preto)

05 Eu sou wave (Tom Jobim X Mc Marcelly)

06 Chega de rebolar ( Tom Jobim X Gaiola da Popozudas)

07 Samba de uma adoleta só (Tom Jobim X Bonde do Tigrão):

08 Bota a mão no passarim (Tom Jobim X Mcs Maiquinho e Alexandre)

09 Funk do avião (Montagem João Brasil)

João Brasil

E ae, gostou das amostras? Para pegar a ‘coletanea’ segue o link para Download

Podcast 3 – Electrofunk antigo

E ae pessoal,
tudo beleza?

No terceiro podcast, voltamos a tocar uns sons mais antigos. Vale lembrar que nos anos de 2006 a 2008 houve um boom de electrofunk na cena mundial. Muita gente estava tocando, produzindo e criando sons influenciados pelo baile funk. Nesse boom do funk, saiu muito material que vale ser lembrado. Algumas musicas ainda tem a influência do maximal, mas não perdem a essência das cornetas e batidas fortes, presentes no funk. Tirando o pessoal que criava com influência do Maximal, tinha o pessoal do Bonde do Rolê que estava causando na cena mundial com seus shows e produções. Sendo assim, fizemos mais um podcast com sons mais antigos para mostrar como era o electrofunk antes e como ele esta atualmente.

Download Link

Set List:

  1. Edu k feat MC gi – Tamanho eh Documento
  2. Yes Yes Yall (Sinden Baile funk Mix) – Mekon ft. Roxanne Shante
  3. Solta o Frango (killer on the dancefloor remix) – Bonde do Role
  4. Office Boy (Shir Khan remix) – Bonde do Role
  5. Licky ( Gus Duo Remix) – Larry Tee
  6. Para de Gracinha – Crookers feat MC Leka
  7. Marina Gasolina – Bonde do Role
  8. Entra e Sai (Renato Bruno e DJ Batata) – Tati Quebra Barraco
  9. Maquina de Ricota – Bonde do Role prod. by Chernobyl not released 2005
  10. Sai Safarda – Schlachtofbronx
  11. Big Foot feat Marina (schlachtofbronx remix) – AcidKids
  12. Joga Bola ( Chernobyl baile funk edit) – Solo
  13. Cajou Club (Guss remix) – Noob & Brodinski
  14. Tecnologyc – Daft Punk VS Sany Pitbull
  15. Favela Bounce – Sabbo feat Mc Thiaguinho
  16. Zuzuka loves Riverside (tropkill edit) – Kassiano & Alexander Technique
  17. Gringo Oba Oba (Alexander Technique & Kassiano Nossa remix) – Killer on the Dacenfloor

Hello,

In the third podcast, we return to play some older sounds. Remember that in the years 2006 to 2008 there was a boom electrofunk in the world. Many people were playing, producing and creating sounds influenced by funk. In this boom funk, left a lot of stuff that is worth remembering. Some songs still have the influence of maximal, but not lose the essence of horns and strong bass, present in the funk. Getting the staff that created with the influence of Maximal, had the staff of Bonde do Role was causing on the world stage with their shows and productions. So we did another podcast with sounds older to show how electrofunk was before and how he is today.

Mc Gi

A Mc Gi é uma das Mc’s com mais destaque na cena atual de electrofunk. Tem feito bons trabalhos com o Edu K, Chernobyl South Rakkas Crew, Pristine Blusters e com o BloodShake (R.I.P.). Com rimas de duplo sentido, estilo pop e voz de mulher madura, a Mc tem conquistado espaço com suas produções. Recentemente, junto de Cabal e Chernobyl, lançaram a Empipa Pipa pelo selo Exploited:

Além disso, a moça colocou no seu soundcloud uma participação dela com um remix Edu K:

Dem Slackers – The Joker (edu k’s bad bod stomp rmx ft MC Gi)

Tem tambem outra track que o Edu K produziu:

Edu K feat Mc Gi – Tamanho  eh documento

Outras musicas da Mc Gi:

Mc Gi – Quer Romance (pristine bluserts dirty mix)

Mc Gi feat KKK – Essa FadaRmx:

  <span>

Conversamos com a moça, para entendermos melhor como ela conheceu o funk e o que ela prepara para 2010:

Funk na Caixa:Bom Gi, conta pra gente como foi seu primeiro contato com o Baile funk
MC GI: Meu primeiro contato foi no colegial, eu era nova no colégio, fiz amigos que curtiam o som e  vieram me mostrar que se eu parasse pra ouvir realmente, eu iria começar a gostar tambem.

F :E quando veio a ideia de cantar funk?
Gi: Escrevi um funk falando da epidemia de dengue na minha cidade (o Funk do Mosquito), mostrei pra um amigo MC e ele adorou!!!Quis que a gente gravasse e como a idéia inicial da letra era em dupla, aceitei a proposta.

F :E qual foi sua reação quando foi ao seu primeiro baile funk, mas como convidada, não para se apresentar.
Gi: A primeira vez que fui, foi na minha própria apresentação haha foram duas estréias na mesma noite! Adorei, é sempre uma energia mto boa e ninguem me convence ao dizer que consegue ouvir funk e ficar parado…é impossivel!

F :Todos falam que Santos é o segundo polo de Baile funk. Conta pra gente como é a cena ai em Santos.
Gi :A cena de Santos é muito forte, mas poucas pessoas sabem disso, porque a midia até hj sempre mostrou o funk como sendo o funk de raiz, carioca mesmo.O funk da baixada existe ha bastante tempo, os mc’s daqui são muito bons e esperamos que mais gente fique sabendo disso e prestigie o funk como um todo e não algo apenas regional.

F :Voce continua se apresentando nos bailes ai de Santos?
Gi : Faz tempo que não canto por aqui, os bailes aqui não estao acontecendo com a frequência de antigamente, sinto falta disso. Outro fator, é meu estilo que esta bem diferente, meu som é bem mais eletrônico do que antes.

F : Podemos perceber que o seu funk é diferente do baile funk do rio (ausênica de palavrão e rimas mais compostas). Como o pessoal recebe esse seu ‘novo funk’?

Gi : Muita gente chama de pós-funk, neo-funk, por ter referências fortes do funk carioca, mas letras diferenciadas e batida eletrônica.Estou muito feliz com a resposta, porque até quem nunca se interessou pelo estilo, por algum preconceito, as vezes por não ter conhecimento e julgar pelo simples fato de ser funk,agora gosta, escuta e fala super bem.  Perdeu totalmente a ideia errada que tinha antes.

F :E qual a reação do pessoal de quandodo você canta num “baile” de quando você canta numa balada, é muito difrente?
Gi : A diferença principal que vejo entre um baile e numa balada, é que: no baile o pessoal ta mais pra dançar, curtir a musica, rola o lance de ser uma apresentação, claro, mas não tem tanto a vibe Show, a vibe artista/fã que rola numa casa noturna.

F :hmm entendo. Recentemente você lançou uma track com Prod. do Chernobyl e participaçåo do Cabal, a Empina pipa. Conta pra gente como foi essa parceria.

GI : Eu tinha o Cabal no myspace e com muita cara de pau, fui perguntar se ele aceitaria fazer uma faixa junto comigo (isso foi em 2008) pra minha surpresa ele aceitou,e eu que pensei que ele não aceitaria por ser outro estilo .Estava conversando com o Chernobyl ja fazia um tempo e queriamos trampar em uma track juntos, dai dei a idéia se ele aceitaria fazer a beat dessa junção rap/funk e ele aceitou, fiquei super feliz!

F :E a sua turnê pela Europa, como ficou depois do vulcão entrar em erupçao?
Gi : Mudamos as datas, eu iria perder vários shows devido aos atrasos, outro fator foi que mudei de empresário. Não aceitei o fato dele deixar de fazer certas coisas cruciais e rompemos. Mudamos para mais pra frente, pois queremos conciliar com o lançamento da minha track nova na Alemanha.

F :E para 2010? O que podemos esperar?
Gi : Otimas novidades! Parcerias de peso e muita MC Gi na tv e nas rádios, Amém!! hahaah Agora, posso adiantar que meu CD sai esse ano! O resto é surpresa*-*

F : Deu pra ver em algumas fotos do seu show em Uberlândia, que na festa você estava com um dj. Quem é o dj que te acompanha?
Gi : Por sinal foi minha primeira apresentação com ele e nos demos muuuito bem! O nome de trampo dele é El Super Gummi, é meu dj fixo e me acompanha nas viagens a partir de agora.

F :E como é a apresentação de vocês? Ele canta tambem ou ele é apenas dj?
Gi : No momento ele só toca, mas tenho musicas mais antigas que irei regravar com a voz dele, dai essas musicas cantaremos juntos, fora as novas letras que já surgiram e estão prestes a serem gravadas!

Ficou curioso para conhecer o El Super Gummi? Em breve sai mais informações com ele. Posso adiantar que rolou musica nova da Gi e El Super Gummi pro Funk na Caixa.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.829 outros seguidores