Archive | fevereiro 2011

Sapabonde – Show no clube glória

Há algum tempo, as meninas do Sapabonde estiveram em São Paulo para um apresentação única no clube Glória. Estivemos presente e gravamos algumas músicas novas das meninas, que estamos produzindo em conjunto. Uma delas a mais recente produção do Guto de Almeida, Maria Passivona. A outra, um dos lançamento que estará no ar dia 15 de março, estamos realizindo novas produções de algumas músicas e em breve teremos elas no ar e disponivel para download.

Quanto ao show, quem foi adorou, quem perdeu agora tem sua segunda chance de sentir a emoção. As meninas estão tomando gosto pelo palco, com muito carisma e improvisação fizeram um show de quase 30 minutos, sem ser cansativo ou repetitivo. Em alguns momentos tinham total controle do público, que cantava e acompanhava o show no limite da euforia, em outros cantavam e dialogavam entre si, proporcinando uma apresentação bem viva e criativa.

Agora, chega de bla bla bla e vamos aos videos:

Maria Passivona – Live at club Glória

NOVIDADE: Sapabonde de Rolê (Amy Grante remix)

Novidades da Semana: Fim da semana

Muitas novidades, muitas tracks, muitos remixes e muito atraso em publicar tudo. As noticas estão meio atrasadas, alguns post’s e principalmente os podcast’s mas tudo voltará ao seu devido lugar em breve. Alias, muitas novidades em breve, só se ligar no blog. Vamos ao que interessa, música:

(UPDATE)


Chernobyl:

Mestre na produção do Neo Baile Funk, libera alguns dos seus mais novos remixes para download. Claro, fazendo a alegria na nação ‘neo funkeira’ com remixes como Brap, aonde mistura com muita classe bmore com funk carioca. Se não ouviu, essa é a chance de conhecer essa nova tendência que produtores como Leo Justi, Ophex e Jmay, tem usado em suas produções.

Sweet Dish House Maphia & Farrefell_I WANNA KNOW YOUR NAME (DJ chernobyl BAILEFUNK edit)

Bart Bmore _ BRAAAAAAAAP (dj chernobyl BAILEFUNK mix)

MARTIN BROS _ STOOPIT (DJ CHERNOBYL _BAILEFUNK-EDIT)

Ventriloucos Mudos
Outro argentino interessado no baile funk e com bom feeling para produções. Entrou em contato conosco e mostrou com muita classe seus remixes. Gostamos muito desses ‘ridims’, vamos aguardar (ansiosos) por novidades.

Ventrilocuos Mudos – Putaria (Montagem)

Ventrilocuos Mudos – Tamborzao (Montagem)

Nosso amigo Random fez mais um dos seus remixes interessantes.

Random – Party and Bullshit (Baile Funk)

Sim, Sou foda – hit do verão ganhou mais um remix e dessa vez da dupla Amy Grante. Um mashup com um clássico da cultura brasileira, Trem da Alegria, vem com muito charme e batidas de funk mostrar que quem é foda são eles. Mas você também pode ser foda, que tal fazer um remix e nos enviar?

Trem da Alegria vs Avassaladores – Sou foda (AMYGRANTE MASHUP DE GREYSKULL)

Siba e a Fuloresta – A folha da bananeira (Amy Grante Edit)

OPHEX

O tanto aguardado lançamento do Ophex veio essa semana. Na sua inusitada jogada de misturar música clássica com funk carioca, rendeu para ele muito sucesso e atenção. Um remix que agradou a muitos e desagradou a poucos (como Bach, que deve estar se revirando no seu caixão) teve seu download liberado semana passada, e para alegria geral um free download. De bonus, veio uma segunda produção do nosso amigo Lituano, que batizou ela como nome da cidade em que sua mãe nasceu. (bem, e que diabos ele ainda escreve e não mostra a música logo?) Agora sim, vamos as produções:

10.000 Kilometers From Rio EP

Guto de Almeida:
Como tendência entre os produtores, Guto aderiu ao dubstep e fez um mix de funk com graves pesados e batidas fortes. Tendência ou não, novidade ou não, é mais um remix para se apreciar:

Skrillex – Scary Monsters And Nice Sprites (Guto de Almeida PORRADÃO MIX)

BONUS:

Knock em’ out (brazillionaire bootleg)

Crystal Waters – Gypsy Woman (Killed By Synth bootleg)

Bonus SET:

Yan Bruno Live @ Rouge Fm

No destaque: Sou foda

Hit do momento, Sou foda – Avassaladores, tem ganhado alguns remixes e produções interessantes. Leo Justi, André Paste, Guto de Almeida, Dj Jak e alguns produtores autonomos na vasta internet fizeram versões que valem ser ouvidas. Umas mais sérias outras levada mais para a diversão, mas que resultaram em sons bem legais. Destaque dessas produções são os Mashups. Incentivador da cultura, a festa Bootie (que postou o material) fará sua edição em São Paulo, ao que tudo indica no dia 7 de Abril no Beco SP (Ao lado do Studio SP). Mas depois falamos mais sobre isso, vamos aos remixes:

Avassaladores vs. Miike Snow – SOU FODA vs Black and Blue Tiga Remix (Leo Justi blend)

Avassaladores – Sou Foda (Guto de Almeida CARNAVAL MIX)

Heartbreaker feat. Avassaladores – André Paste

DJ JAK Os Avassaladores vs Death from Above 1979 – Romantic Foda

Bonus Bootie:

Bonus Funk na Caixa (via Drunk Disco):

Punkadao com Tecyo Queiroz

Hoje tem mais uma edição da festa Punkadão no club Inferno (rua augusta 501). E o convidado da vez é o nosso amigo Dj Tecyo Queiroz, dj de funk carioca (não só carioca), produtor e com apresentações em MPC. Se liga no que ele faz ao vivo com sua antiga controladora TriFinger

Agora se você quer saber o que ele faz com sua MPC, é só comparecer hoje na festa Punkadão. Dj Tecyo AO VIVO, com set exclusivo de MPC.

Preços: MULHER VIP a noite toda! / Homem R$20,00 de consumação.

BONUS: quem mandar e-mail dizendo “funk é na punkadao” até as 18h para o e-mail: festapunkadao@gmail.com ganha VIP!

 

(se você perdeu a festa com a Deize, veja o que perdeu)

 

 

 

 

 

 

Ragga-Funk

O que os dreads tem a ver com o Funk?

 

A mistura de sons sempre gerou novos sons e estilos. Dessa vez é o ragga que se mistura com o Funk.
Jimmy Luv é um MC bem conhecido na cena de ragga. Com uma sonoridade única e bom domínio de palco, tem elevado o nivel do ragga aqui no Brasil. Como em uma experiência, gravou alguns sons ao estilo funk carioca, para testar suas habilidades. Dessa experiência veio 3 produções bem legais.

Com Vem pro Baile, mistura a forma de rimar do ragga com batidas fortes e efeitos sintéticos da música eletrônica. Um perfeito exemplo da mistura de estilos, pois usa gírias do ragga, como sistema de som (termo comum no ragga). Dentre as 3, essa foi a que mais nos agradou, pois tem sua autenticidade, sonoridade ragga e batidas bem legais.

Jimmy Luv – Vem Pro Baile (prod. Pro Efx)

Segunda Produção, Safada, mostra bem a cara do Jimmy Luv do ragga. Rimas interessantes com sua sensualidade e malícia do funk carioca, mas na sonoridade ragga. Com bases simples e sem muito efeito mostra a experiência de misturar estilos musicais.

Jimmy Luv – Safada

Com sua terceira e ultima produção de funk, vem o Apito. Bem típico do funk carioca, as rimas falam de um assunto comum mas com duplo sentido. Um produção de bases interessantes, pois as rimas e a melodia se combinam sem muito segredo e sem o apelo de samplers conhecidos de apito ou uma repetição forçada para passar a idéia tema da música. Mesmo assim, ainda se percebe a inflência do ragga na hora da rima. Sera isso uma tendência?

Jimmy Luv – Apito

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.890 outros seguidores