Ruxell completa os lançamentos do seu álbum “Future Funk”

O produtor carioca Ruxell, enfim, terminou os lançamentos do seu álbum intitulado “Future Funk”. Falamos dele com o remix Tchunarubleize. Depois de chamar produtores e amigos para remixarem, junto com ele, hinos do funk carioca, o produtor completou nesta semana o marco de seis remixes. Agora é aproveitar e se jogar na pista com as músicas.
Bati um papo com Ruxell, sobre como foi trabalhar com cada artista e com cada faixa. Confira abaixo o relato do produtor. Da última música, para primeira.
Ruxell x Rocky Wellstack – Bolango
Pra finalizar o EP, fiz a conexão com Rocky Wellstack, da Holanda, que acabou se tornando um grande brother. Moleque super gente boa, engraçado demais e por incrível que pareça, tem um feeling monstro pro Funk, mesmo ele sendo holandês. Buscamos manter a mistura do clássico Funk Carioca com o Favela Trap porém, deixamos uma vibe bem divertida e nessa o que prevalece é o tamborzão e a letra da música que por sinal é muito engraçada.
Ruxell x Flying Buff – Tchunarubleize (Rap do Trabalhador)
Dispenso comentários para meus irmãos do Flying Buff. Mulecada de SP que vem representando com um trabalho excelente e sempre tivemos resultados maravilhosos quando nos juntamos pra fazer uma collab e dessa vez não foi diferente. Passei uma breve ideia pra eles desse grande clássico carioca, eles animaram bastante desde o início, quebraram tudo com suas ideias e tem funcionado muito nas pistas.
Ruxell x Heavy Baile – Bonde Dos Careca
O Heavy Baile foi uma participação fundamental no EP, pois são uma rapaziada do RJ que fazem um trabalho sensacional com o Funk Carioca de uma forma totalmente quente e atual. Tive a colaboração de Dorly e Leo Justi nessa música, onde tivemos bastante êxito nessa mistura que fizemos entre o clássico Voltmix e o Favela Trap atual.
Ruxell x Menz – Nosso Sonho
O Menz é um muleque bom demais do Bass House/UK Garage. Já nos conhecemos desde moleque, sempre tivemos uma grande sintonia pra misturar o estilos e dessa vez ele chegou com a ideia de reviver essa grande canção dos mestres Claudinho e Buchecha. Posso dizer que a partir dessa faixa eu pude definir o estilo do EP e denominar o “Future Funk”. Foi uma das tracks que mais surpreendeu pela originalidade.
Ruxell x Marginal Men x MC Bin Laden – O Faraó Tá De R1
Essa foi sem dúvidas uma das colaborações mais diferentes e iradas que eu já fiz. Trabalhar com o Marginal Men é sempre muito legal, ainda mais com o MC Bin Laden junto no comando e com a KL produtora. Eles liberaram a acapella pra nós da música do Bin Laden já lançada (O Faraó Tá De R1) e decidimos repaginar colocando uns wobbles, uma pegada mais dark e deu muito certo.

Ruxell x Atman – Sensação

Trabalhar com meu irmão de sangue, aka Atman, é sempre muito bom e prático, temos uma grande sintonia e moramos junto, então sempre que sentamos pra produzir algo as coisas fluem com rapidez e facilidade. Não foi diferente no revival do clássico Sensação. Misturamos a minha pegada do Trap com a dele no Future Bass e saiu essa mistura.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

*