Poe a mao pra cima (Dom Magoo Remix)

Em abril, nós lançamos o single “Põe a Mão pra Cima“, uma parceria com a Dirty Kidz Gang.

A música é uma produção do Chernobyl com vocais dos MCs Jimmy Luv e Sistah Mo Respect. Uma rasterinha com influência do ragga e vocais rasgados, indicando a chegada do verão. Mas lançamos em abril, o verão chegou agora.
Ao invés de só promovermos novamente a música, demos uma atualizada nela, numa versão ragga-twerk, obra-prima do produtor carioca Dom Magoo.

Download Link: BandCamp // BeatPort // Itunes

Bati um papo rápido com o produtor pra conhecer mais desse trabalho. O remix rolou de forma natural, o produtor baixou o vocal e a batida – que estão disponíveis para download aqui – e mandou essa preciosidade pro nosso email. Se você tiver uma ideia de remix, manda pra gente, nossa ideia é que a música deve ser livre.

Enquanto isso confira o bate-papo abaixo:

– Quem é o DOM MAGOO?

Meu nome é Pedro Henrique, tenho 18 anos e estou produzindo música eletrônica há 3 anos. Eu comecei fazendo beats de rap, fiquei nessa por uns 2 anos, arrumando contatos e gravando com MC. Estou há um ano fazendo Trap Music, tocando em boates e não pretendo parar nunca!

Ainda faço algumas produções de rap e participo de algumas collabs. O meu som tem influências de artistas como Tropkillaz, Major Lazer, também me inspiro outros produtores brasileiros e os funks das favelas do Rio de Janeiro. Quando eu comecei a produzir o denominado “Favela Trap”, acertei no hit “Na Ponta Ela Fica”, que está ultrapassando a marca de 39 mil plays no Soundcloud.

– Como surgiu a ideia do remix?

Eu ouvi a música original e me inspirei na hora. Comecei o remix com uma ideia de rasterinha que tinha em mente, mas acabou que com o decorrer da produção – com a minha mania de querer fazer tudo diferente – saiu um Twerk. Na real, eu sou muito vidrado por esse estilo, ele é muito dançante.

Pro drop eu quis fazer um lead diferenciado sem pre-set pronto. Então eu fiz o lead com um grito que tinha no meu DAW, coloquei umas distorções, tratei o áudio e ele ficou assim. Depois disso o remix toda saiu de uma vez só. Acabou que no final a música saiu totalmente diferente do meu esperado e ficou mais irado do que eu pensava hahahhaha.

– O que podemos esperar do DOM MAGOO pra 2016?

Podem esperar um novo e melhorado Dom Magoo, com muito Trap, Favela Trap e Tropical Bass. Também prometo um EP de Trap/Rap cheio de participações de produtores e MC’s do Rio de Janeiro. Quero fazer mais shows por aqui e se rolar oportunidade sair do RJ e tocar em clubs de outros estados. Esse é o meu sonho, ter reconhecimento e viajar o mundo com o meu trabalho. E o melhor disso tudo é ver que todos estão pulando e curtindo com a minha música, depois que você produziu tudo sozinho no seu mini estúdio, ver tudo isso é gratificante.

——-

Encontre o produtor nas redes sociais:

Facebook // SoundCloud // Instagram

dom magoo

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

*